Reencontro de pai e filha emociona moradores de Paraisópolis

Na noite da última segunda-feira, 10, uma garotinha mobilizou e tocou o coração dos moradores de Paraisópolis. Kauany, de quase três anos estava perdida próximo ao ponto final das lotações de Santo Amaro, quando uma moradora a levou para a União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis (UMCP) como uma alternativa de tentar encontrar os pais da “princesinha”, carinhosamente apelidada por Gilson Rodrigues, presidente da UMCP.

Na noite da última segunda-feira, 10, uma garotinha mobilizou e tocou o coração dos moradores de Paraisópolis. Kauany, de quase três anos estava perdida próximo ao ponto final das lotações de Santo Amaro, quando uma moradora a levou para a União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis (UMCP) como uma alternativa de tentar encontrar os pais da “princesinha”, carinhosamente apelidada por Gilson Rodrigues, presidente da União.

Kauany foi deixada na sede da União dos Moradores por volta das 19h e desde então procurava pela mãe Maria e também pelos irmãos Camila e Marcos.

A chegada da garota à sede da União mobilizou alguns colaboradores, Luiz Felipe da Rádio, Cristina Maciel e Renata Alves, que a levaram imediatamente para a casa de Gilson, onde ela foi alimentada e ficou à espera de algum familiar.

Como uma forma de divulgar a notícia e encontrar os pais da criança, Gilson Rodrigues divulgou a seguinte mensagem no facebook: “Essa Princesa está perdida. Diz que se chama Kauany Pereira, filha de Maria, Irmã de Camila e Marcos. Alguém conhece?”
Captura de Tela 2014-02-11 às 12.53.21

A repercurssão foi grande, muitas pessoas curtiram, compartilharam e deixaram mensagens de apoio. O reencontro foi possível graças a Jayane, moradora de Paraisópolis, vizinha dos pais da criança, que viu a publicação, reconheceu a menina e logo entrou em contato com o pai, levando-o até a casa de Gilson, onde a menina o aguardava.

Quando o pai de Kauany chegou, a menina abriu um sorriso e o abraçou. Segundo ele, ela estava brincando com uma amiga de 12 anos, as duas acabaram se distanciando e se perdendo uma da outra. João agradeceu pela mobilização das pessoas que receberam e cuidaram de sua filha enquanto ele a procurava e comemorou o fato da filha ter sido encontrada por pessoas boas.

Assista ao vídeo que mostra o reencontro entre pai e filha:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *