Linha 17 Ouro no Morumbi já! Precisamos e queremos o monotrilho na Zona Sul!

+ O monotrilho transportará 500.000 pessoas por dia;

+ A região será atendida pelas Linhas 5 (estação Giovanni Gronchi); 4 (SP-Morumbi; Vl. Sônia e Jd Jussara) e 17 (Panamby; Paraisópolis; Américo Maurano, Estádio Morumbi).

+ Com as três linhas, poucos locais do Morumbi/V.Andrade/V.Sônia ficarão a menos de 2 km de distância de uma estação de Metrô;

+ Monotrilho nos dará acesso ao aeroporto de Congonhas e Avenida Paulista em cerca de quinze minutos;

+ A obra do monotrilho causa menos impacto do que o metrô subterrâneo, que desapropria áreas enormes. Quem não se lembra do acidente na estação Pinheiros da linha 4? Da interdição da Praça da República?

+ Junto com o monotrilho teremos uma ciclovia e mais iluminação.;

+ Não é minhocão, pois é vazado. Haverá um trabalho paisagístico e em poucos anos estará pronto, pondo fim ao sacrifício que é sair da região, seja de ônibus, seja de carro;

+ Não há outro projeto de mobilidade para a região. Ainda que houvesse algum projeto de metrô subterrâneo, o tempo entre projeto e obras é de mais de 20 anos, ou seja, na melhor das hipóteses, haveria uma nova linha entre 2030 e 2040;

+ É utilizado com sucesso em diversos países, como a China, que está implantando dezenas de quilômetros, Japão, Estados Unidos, Malásia, Índia e Dubai, entre outros;

+ Proporcionará a construção de avenida e acesso da Marginal Pinheiros ao Panamby, na altura do Hipermercado Extra, a aceleração da urbanização de Paraisópolis e abertura da Avenida Perimetral entre a Rua Francisco Tomaz de Carvalho (ladeirão) e o Estádio do Morumbi, desafogando a avenida Giovanni Gronchi;

+ Não há agressão ao meio ambiente, as árvores removidas são replantadas;

+ Quase não haverá interferência na paisagem: a linha passará pelo cemitério do Morumbi, por Paraisópolis, atrás do Colégio Porto Seguro, onde há um córrego abandonado e pela Avenida Jorge João Saad, que será revitalizada com a obra. Algumas casas de alto padrão serão desapropriadas para uma obra que beneficiará milhões de paulistanos;

+ Em caso de pane é fácil e seguro, pois há plataforma lateral ao trilho, onde se pode caminhar com toda a segurança, assim como no modal subterrâneo;

Convidamos quem é contra o monotrilho no Morumbi a, durante apenas uma semana, ir ao trabalho às 7h, de ônibus, em Paraisópolis ou na Giovanni Gronchi, depois vamos conferir a sua opinião.

POR TUDO ISSO, QUEREMOS O MONOTRILHO JÁ, COM SUA OBRA ACELERADA PARA SUA ENTREGA E INAUGURAÇÃO EM 2013!

CONVIDAMOS TODOS A PARTICIPAR CONOSCO NA AUDIÊNCIA PÚBLICA QUE SERÁ REALIZADA NESTA QUINTA-FEIRA, DIA 31/05, ÀS 18 HORAS, NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA NA AVENIDA PEDRO ALVARES CABRAL, 201- PQ. DO IBIRAPUERA.

1 thought on “Linha 17 Ouro no Morumbi já! Precisamos e queremos o monotrilho na Zona Sul!

  1. Monotrilho Ouro se desapropriasse moradores da comunidade haveria uma grande mobilidade social, agora desapropriar parte do meu imóvel de classe média, desmatando área de preservação ambiental e replantando em outro lugar que não seja onde eu moro não dá o menor ibope. Fiz muitos sacrifícios para conseguir meu imóvel e agora o governo simplesmente vai toma-lo e ainda por cima indenizando um valor ridiculamente baixo. Ninguém mexe com ricos, ninguém mexe com a comunidade mais carente, a nova classe oprimida é a classe média, maior pagadora de impostos no país e a que mais apanha. Por que não desapropriam os imóveis realmente alto padrão para uma linha alternativa? Monotrilho vai atravessar por dentro do cemitério.. Isso ninguém fala?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.