Sinal 5G chega em São Paulo nesta quinta-feira (4)

As regiões central e sul da capital paulista serão as primeiras a receberem a ativação do sinal

Foto Divulgação

A cidade de São Paulo, passa a contar, a partir de hoje (4), com a ativação do sinal 5 G que vai abranger 1.378 antenas de transmissão, o triplo em relação ao mínimo estipulado pela Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) para a agência permitir a ativação na faixa de 3,5 GHz, a principal do 5G. 

 

A tecnologia 5G permitirá o desenvolvimento de ações como a realização de cirurgias,  transporte de passageiros sem motoristas e aumento da produção industrial.

 

Inicialmente, 25% da área urbana receberá a transferência de sinal, segundo  Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa (Gaispi). As regiões central e sul da capital paulista são as primeiras a  terem acesso à transferência de sinal da tecnologia.

 

O Estado de São Paulo, especificamente a capital paulista, em relação aos outros estados brasileiros, concentram o maior número de telefonia móvel (27,7 milhões), acumulando  77, 6 milhões de números de celulares. Apesar da implantação do sinal abranger as regiões com maior número de telefonia móvel, 4.592 estações em outras áreas com sinais 4G e 3G da capital, precisarão receber o sinal.

 

Como parte do processo de implantação da tecnologia 5G (sinal mais rápido e sem interferências), antenas parabólicas deverão ser colocadas pelos clientes para que seja possível o acesso ao sinal de internet. Pessoas inscritas no CadÚnico receberão gratuitamente as novas antenas parabólicas.