Paraisópolis recebe atrações internacionais nos dias 13 e 14 de Dezembro

Logo PercPan 2012Pelo segundo ano consecutivo, a TIM levará artistas internacionais a Paraisópolis, comunidade de baixa renda localizada na Zona Sul de São Paulo. O célebre coletivo Stomp é a principal atração dos workshops percussivos e de intervenções urbanas que acontecem nos dias 13 e 14 de dezembro, na comunidade. Os encontros serão realizados no Centro Educacional Unificado (CEU) de Paraisópolis e contará ainda com as presenças do octeto de sopros de funk e soul americano Hypnotic Brass Ensemble e do grupo instrumental brasileiro Projeto Coisa Fina, de São Paulo. O evento será iniciado pela Orquestra Filarmônica de Paraisópolis (OFP), sob direção do Maestro Paulo Rydlewski e ainda contará com a apresentação do Ballet Paraisópolis, sob a direção de Monica Tarragó.

Além das oficinas, os artistas vão integrar o elenco de uma intervenção urbana, que se apresentará pelas ruas da comunidade, dando uma prévia do que irá acontecer no Panorama Percussivo Mundial (PercPan) de 2013. “O PercPan é um espetáculo democrático, que integra cultura de vários países através da música. A TIM acredita que é possível ir além, encurtar as distância e integrar as pessoas. Fazemos isso com os nossos planos e serviços. Agora estendemos para as nossas ações”, revela Érika Cascão, Diretora de Vendas Consumer da TIM São Paulo.

O Stomp – coletivo de dança e percussão há mais de duas décadas em atividade – tem no currículo perfomances de rua em lugares como Nova York e Londres e, pela primeira vez, vai fazer o mesmo por aqui. Já a Hypnotic Brass Ensemble, que começou tocando sem microfones pelas ruas de Chicago, retoma suas origens no evento, enquanto o Projeto Coisa Fina, composto por 13 músicos, celebra o repertório de Moacir Santos.

Os interessados em participar das oficinas e intervenções urbanas em Paraisópolis podem se inscrever, gratuitamente, pelo tefone (11) 3501-2124. As vagas são limitadas! Ao final das oficinas na comunidade, a TIM ainda pretende doar uma série de instrumentos para as aulas de música.

A escolha da comunidade para sediar o evento está alinhada à estratégia da TIM, que visa democratizar suas ações, serviços e produtos para todos os publicos. Além de levar os artistas do Festival para a realização de oficinas em Paraisopolis, a operadora apresentará os primeiros resultados do ´Quadrado Azul´. O projeto contempla a reforma de estabelecimentos comerciais parceiros – como lanchonetes, padarias, bancas de jornal, dentre outros – que, além da pintura na cor azul, ganharam serviço de recuperação da fachada, novo letreiro e positivação com a marca da TIM. Na ação, também são recrutados novos parceiros para venda de TIMChips e recargas da operadora.

Com a proposta de mostrar ao público brasileiro um mosaico do que há de mais relevante no mundo da percussão, o PercPan é hoje referência no gênero. Nos seus 18 anos de existência, o festival promoveu mais de seis mil horas corridas de música, produzidas por cerca de 150 atrações nacionais e internacionais, como Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gilberto Gil, Hermeto Pascoal, Marisa Monte, Carlinhos Brown, Naná Vasconcellos, Arnaldo Antunes, Beirut, Sly and Robbie, Rita Marley e Savion Glover. Em 1998, o PercPan ganhou as páginas do New York Times, ampliando seu prestígio com edições itinerantes que o levaram a cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e até Paris.


As Atrações

STOMP – Este coletivo se tornou mundialmente conhecido pela mistura entre dança e percussão e também pelo uso de ‘instrumentos’ nada convencionais em suas apresentações, como vassouras, canos, cadeiras, latões, bacias com água, areia, móveis e utensílios domésticos. Criado em 1991 pelos ingleses Luke Cresswell e Steve McNicholas, o grupo rodou o mundo e já se apresentou com sucesso no Brasil em outras ocasiões. A performance que fará no PercPan será semelhante às apresentações que costuma fazer pelas ruas de Nova York.


HYPNOTIC BRASS ENSEMBLE – A trajetória de sucesso da Hypnotic Brass Ensemble começou pelas ruas de Chicago, onde fez seus primeiros shows. Mesmo sem microfones, a banda já arrastava multidões com performances contagiantes. Não demorou muito para que este octeto – formado por oito irmãos e um amigo – chegasse aos principais festivais do mundo e gravasse com grandes estrelas da música internacional, como Erikah Baduh, Blur e Gorillaz. Entre seus fãs declarados, estão Barak Obama, Jay-Z e David Byrne, entre muitos outros.

Programação Workshops dia 13/12

10h – STOMP
11h – STOMP
14h – Hypnotic Brass Ensemble

Inscrição: Tel: 3501-2124 – vagas limitadas.

Programação das Apresentações dia 14/12

10:00h-10:20h – Orquestra e Balé de Paraisópolis / Projeto Coisa Fina
11:10 – 11:40 h – Stomp e Hypnotic (Pocket show, “open air”)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.