G10 Favelas une forças e voluntários para levar ajuda às famílias vítimas das enchentes no país

Grupo arrecadou mantimentos, brinquedos e kits de higiene que foram doados para famílias da Bahia e Minas Gerais

 

Por Keli Gois 

 

Após ver a casa em que cresceu, em Itambé,na Bahia, ser destruída pelas fortes chuvas em dezembro, o Presidente Nacional do G10 Favelas, Gilson Rodrigues,não podia ficar de braços cruzados. Uniu forças e voluntários de diferentes partes do Brasil e promoveu diversas campanhas de arrecadação de alimentos, brinquedos, água, colchonetes, medicamentos, roupas,calçados e produtos de higiene, que foram doados também a famílias de Minas Gerais e Maranhão.

 

Gilson Rodrigues visitou o estado para acompanhar de perto as ações e ajudar essas famílias, que vivem na mesma área em que ele passou a sua infância. “A casa onde eu fui criado caiu. O local mais afetado é onde eu morava,que é na beira do rio, uma área bem pobre. As águas baixaram, mas deixaram um rastro de destruição por onde passaram”, se emociona. 

 

Intitulada S.O.S Bahia, a campanha foi responsável pela realização de diversas ações, como a Blitz do Bem, que arrecadou mantimentos em diferentes pontos da capital paulista, que foram destinados às vítimas das cidades atingidas. A logística ficou por conta da Total Express em parceria com a Startup de logística, Favela Brasil Xpress, que recebeu, organizou e realizou o transporte terrestre e a distribuição dos donativos que saíram de Paraisópolis.

 

As ações foram conjuntas entre as lideranças do Rio Grande do Norte, Pernambuco, Distrito Federal e São Paulo. Por meio delas, o G10 Favelas já distribuiu mais de 100 toneladas de alimentos e 21 mil litros de água na Bahia e em Minas Gerais. Só no estado baiano, já são mais de 700 mil pessoas atingidas e mais de 60 mil famílias desalojadas. “Quando chegamos aos locais atingidos, vimos que nosso trabalho pode parecer de formiguinha, mas que juntos, estamos salvando vidas”, destaca.

 

O trabalho continua agora em Minas Gerais, onde o grupo de líderes realiza novas campanhas de auxílio às famílias. “Precisamos não apenas reconstruir casas, mas a esperança e a dignidade das pessoas. Há muito o que fazer e o momento é de união e solidariedade.”

 

As fortes chuvas em Minas Gerais continuam forçando muitas famílias a deixarem suas casas. Em todo o estado, mais de 45 mil pessoas estão desalojadas e mais de seis mil desabrigadas, com quase todo o estado em situação de emergência. “Conseguimos atender muitas famílias em diferentes partes da Bahia por meio da nossa mobilização nacional, que contou com líderes de diferentes estados. Mas ainda temos um longo trabalho pela frente. Minas Gerais precisa do nosso apoio e o nosso trabalho de mobilização para conseguirmos novas doações e parceiros não pode parar”.

Em Betim – MG, o grupo de líderes formou um Comitê Gestor de Medidas de Prevenção e

Enfrentamento das consequências do período chuvoso, que vai identificar e visitar a população em risco, além de entregar água potável, kits de higiene pessoal e alimentos em todo o estado.

 

O G10 segue apoiando famílias que ficaram desabrigadas após as chuvas que atingiram várias regiões do país e continua com as ações de arrecadação de alimentos, calçados e kits de higiene, além das doações em dinheiro, que podem ser feitas por meio do PIX 12.772.787.0001/99. “Essas famílias necessitam do nosso apoio e com a ajuda de doações e parceiros conseguimos viabilizar a entrega dessas cestas e kits. Peço a atenção de todos, no que diz respeito a perenidade nas doações. Muitos locais terão de ser construídos e a fome não espera”, finaliza.