Cinemateca de São Paulo reabre após 16 meses fechada

Foto Reprodução

A Cinemateca Brasileira, localizada no estado de São Paulo, irá reabrir na próxima sexta-feira (13), iniciando com amostras dos filmes do cineasta José Mojica Marins – conhecido como Zé do Caixão – até domingo (15).

As sessões serão transmitidas na abertura da casa, sendo a primeira o média-metragem “A Praga” (1980), que foi restaurado, editado e finalizado pelo produtor Eugenio Puppo, que descobriu as latas do filme perdidas no escritório do cineasta em 2007.

O espaço passou por diversas reformas após várias situações que danificaram a estrutura do lugar como alagamento em 2020 comprometendo todo o acervo desde livros, fotografias e folhetos. No mesmo ano, o Ministério Público Federal- SP moveu ação contra União, por abandono do espaço, que deixava o local ocioso para invasões e outras situações que imóveis públicos desocupados podem sofrer.

No ano seguinte, a Cinemateca, protagonista de vários ensaios e reproduções de filmes nacionais e internacionais, sofreu um incêndio que forçou o fechamento do local para reformas.

Em novembro de 2021, a Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo, seleciona, por edital, a Sociedade Amigos da Cinemateca (SAC) para fazer a gestão do espaço, responsável pela execução da segurança, preservação e todos os processos administrativos da Cinemateca.

A entrada será gratuita para o público, sendo os ingressos distribuídos 1 hora antes das apresentações.

A Cinemateca Brasileira fica localizada no Largo Senador Raul Cardoso, 200 – Vl Mariana – próximo às estações de metrô Vila Mariana e Hospital São Paulo.