Descarte inadequado de óleo chega a 700 milhões de litros lançados no meio ambiente por ano

Devido ao descarte incorreto do óleo de cozinha, as empresas de saneamento básico não conseguem obter um bom funcionamento das estações de tratamento

Por Talytha Cardoso 

 

Aquele cheirinho de batata frita no ar é tudo de bom, afinal, batatinha frita no óleo fica mais saborosa de fato. Mas, e depois, o que fazer com todo aquele óleo da fritura? Aí você logo pensa em jogar no ralo ou fazer aquele sabão caseiro para dar brilho nas panelas. Mas seria mesmo a forma adequada de fazer o reaproveitamento do óleo?

 

Apesar das empresas de saneamento fazerem o tratamento da água de esgoto, o óleo, mesmo sendo líquido ao se misturar com a água, se torna sólido, gerando assim mais trabalho para fazer a separação dos dois componentes, fazendo com que as empresas não consigam trabalhar de forma eficiente no tratamento dos resíduos. Sem falar que o óleo quando misturado com a água, se solidifica e forma camadas de gorduras obstruindo a passagem da água e causando entupimento nos canos.

 

Segundo a Abiove (Associação Brasileira das Indústrias e Óleos Vegetais), no Brasil,  o consumo chega em média 3 bilhões de litros ao ano e, em média a cada quatro litros consumidos, um seja descartado de forma incorreta, representando  700 milhões de litros lançados ao meio ambiente sem o devido cuidado ao ano. No final, somos nós e todo o meio ambiente, principalmente os  animais marinhos que sofrem com os impactos negativos desses descartes irregulares.

 

É possível fazer o descarte correto, separando os resíduos em garrafas pets bem higienizadas, antes de escoar todo o óleo daquele almoço de domingo. Observando os impactos no meio ambiente e como a vida pode ser prejudicada devido a falta de descarte correto, há empresas que já disponibilizam pontos de coleta. 

 

Cultive o hábito de fazer a reciclagem adequada do óleo usado, busque saber quais são os pontos mais próximos de coleta da sua casa, ajudando assim o meio ambiente. Se cada um fizer sua parte, todos ganham.