G10 Favelas lança polo de tecnologia e inovação em Paraisópolis

G10 Tech conta com Comunicação e parceria do Grupo UOL Pagseguro, Vai na Web e Cria Brasil Comunicação

Foto: Divulgação

Neste sábado (25/06), Paraisópolis inaugura o G10 Tech, um polo de tecnologia criado com o propósito de fomentar e preparar jovens para o mercado. A iniciativa visa capacitar profissionais na comunidade e apartir disso gerar emprego e renda. O polo tecnológico será formado por empresas e iniciativas de impacto social, como o G10 Favelas, Grupo Uol Pagseguro, Vai na Web e Agência Cria Brasil Comunicação. A cerimônia de lançamento acontecerá no Pavilhão social G10 Favelas, localizado na Rua Itamotinga, 100 – Paraisópolis.

A parceria dessas organizações visa instruir jovens e pessoas na área tecnológica, em que os alunos e futuros profissionais receberão todo o conteúdo de especialistas atuantes no setor, o que possibilitará uma experiência mais próxima ao mercado de trabalho.

Estudos apresentados pela Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais (Brasscom), apontam que houve um aumento 14,4% de empregos no setor, mas ainda não é o suficiente, apontando que até 2025, esse déficit chegue a 797 mil profissionais.

“A criação do polo de tecnologia em Paraisópolis, parceria do Grupo UOL/PagSeguro com o Vai na Web e com o G10 Favelas, reforça os projetos de formação de talentos nas classes C, D e E e com promoção de diversidade, que já apoiamos. Além de enfatizar que o curso de desenvolvimento de sistemas, oferecido pela Pag Seguro, vai combinar fundamentos da programação com as novas tecnologias, capacitando e qualificando os alunos a fazerem parte de equipes de tecnologia, enfrentando os desafios da economia digital.”, aponta Marden Neubert, do Grupo UOL/PagSeguro.

Essa mesma visão de empoderar os profissionais que saem das favelas para o mundo tem feito parte da atuação de Gilson Rodrigues, Presidente do G10 Favelas, que busca induzir o surgimento de cada vez mais cases de sucesso que inspiram mudanças e demonstram na prática que para além dos estereótipos a favela tem mostrado cada vez mais sua potência e também é fonte de grandes talentos em todas as áreas do conhecimento.

Propiciar a geração de oportunidades para aqueles menos favorecidos e excluídos ajuda a reduzir as desigualdades sociais, e no mercado de tecnologia isso se acentua principalmente quando se trata de mulheres e negros. As inovações criadas por meio da tecnologia permitem a integração, o compartilhamento de conhecimento e o acesso a essas camadas da sociedade.

“Essas competências tecnológicas devem estar nas mãos das mulheres, dos negros, dos jovens, das pessoas que veem de famílias mais humildes, pois só assim poderemos construir um país mais humano e justo para todos” disse Aline Fróes, presidente do Instituto Precisa Ser – Vai na Web.

O polo será lançado em Paraisópolis tem como prioridade capacitar de forma totalmente gratuita mulheres, jovens e pessoas em vulnerabilidade social. Após a qualificação estes alunos serão contratados pelo Grupo UOL PagSeguro. Ainda prevendo a integração de novos parceiros e tecnologias neste segundo semestre de 2022.