Riachuelo se une a Favela Brasil Xpress para entregar produtos do e-commerce em favelas brasileiras

Empresa de logística das favelas, responsável por levar compras do e-commerce da varejista a comunidades do país, está prestes a completar 1 milhão de pacotes entregues.

Foto: Andre Silva / Cria Brasil

Focada em democratizar o poder de compra para uma nova audiência – representada por mais de 17 milhões de pessoas da comunidades brasileiras – e facilitar o acesso a novas marcas, a Favela Brasil Xpress comemora o resultado da parceria com a Riachuelo, que ao longo dos últimos 07 meses (projeto piloto), entregou cerca de 6.500 pacotes nas principais comunidades do estado de São Paulo (Paraisópolis, Heliópolis, Diadema, Cidade Júlia e Capão redondo) e se prepara para ampliar sua atuação em 50 novas favelas pelo Brasil.

Hoje, o sistema permite que a varejista leve os produtos nos centros de logística da Favela Brasil Xpress, que realiza a entrega aos moradores das comunidades por meio de uma equipe especializada, formada pela própria comunidade. “Os moradores de favela estão bloqueados para o e-commerce brasileiro, sem CEP, em meio ao mercado digital que cresce cada vez mais e daí surge a nossa solução de desbloquear e democratizar o acesso para moradores de favelas”, afirma o CEO, Giva Pereira.

Hoje, o potencial de consumo das favelas ultrapassa os 170 bilhões de reais e 50% dos seus moradores utilizam a internet para as compras onlines e para 39% deles não recebem as compras em suas casas. As favelas são uma potência de consumo, mas seus moradores são inviabilizados ou sub representados . Ainda se sentem distantes dos produtos de marca e das publicidades desses produtos. E as empresas que não estão vendo isso perdem a oportunidade de ampliar sua fatia no mercado, destaca Pereira.

Hoje, o potencial de consumo das favelas ultrapassa os 170 bilhões de reais e 50% dos seus moradores utilizam a internet para as compras onlines e para 39% deles não recebem as compras em suas casas. As favelas são uma potência de consumo, mas seus moradores são inviabilizados ou sub representados . Ainda se sentem distantes dos produtos de marca e das publicidades desses produtos. E as empresas que não estão vendo isso perdem a oportunidade de ampliar sua fatia no mercado, destaca Pereira.
Para Gabriel Kanner, Diretor do Instituto Riachuelo, o caminho para desenvolver o Brasil é a geração de emprego e renda. O Instituto Riachuelo começou a fazer isso de forma mais abrangente ano passado, no sertão, e agora podemos dizer com orgulho que estamos promovendo essa transformação também nas favelas, através da parceria entre Riachuelo e Favela Brasil Xpress. “Juntos, entregamos produtos de qualidade na porta dos moradores das favelas do Brasil inteiro, e transformaremos muitas vidas nesse processo.”

Sendo a primeira startup com o IPO aberto para investimento na Bolsa de Valores das Favelas – uma parceria do G10 Favelas e Divi Hub, a Brasil Xpress deve expandir suas operações para ao menos 50 novas comunidades em sete estados do Brasil e a Riachuelo decidiu apostar nessa expansão.

Conheça a FBX em: https://www.favelabrasilxpress.com/