Estudantes de MBA de Oxford e Fundação Dom Cabral fazem imersão na favela de Paraisópolis para aprenderem como fazer negócios no Brasil

Foto André Silva/Agência Cria Brasil

Na próxima terça-feira (28), às 9h, o Pavilhão Social do G10 Favelas localizado em Paraisópolis recebe cerca de 60  executivos da Fundação Dom Cabral e Universidade de Oxford para uma imersão na comunidade, para conhecer os negócios de impacto social que fazem parte do G10 HUB – Acelerador de Negócios. 

 

As favelas são o futuro para solucionar os grandes problemas da economia no país e foi pensando nisso que o Bloco de Líderes, G10 Favelas, apresenta o roteiro “Vivência Paraisópolis”, visando levar troca de experiências entre lideranças e empreendedores das comunidades e os visitantes. Em Paraisópolis, a experiência  irá proporcionar que o grupo possa saber como investir em negócios no Brasil, pensando em impacto social e transformação nas favelas. 

 

A programação inclui  um tour  no Pavilhão Social do G10 Favelas para conhecer os negócios de impacto social, como Mãos de Maria, Costurando Sonhos Brasil, Emprega Comunidades, Favela Brasil Xpress, entre outros. Passa pelo centro comercial, onde pode ser encontrados roupas, acessórios, sapatos, mercados, padarias e restaurantes. Seguem um almoço na laje mais charmosa de São Paulo no Bistrô Mãos de Maria.

 

Serviços:

Data: 28/06

Horário: 09h às 16h

Local: Pavilhão Social G10 Favelas

Endereço: Rua Itamotinga , 100 -Paraisópolis



Sobre o G10 Favelas

 

O Bloco de Líderes e Empreendedores de Impacto Social das Favelas se formou com a ideia de somar forças para o desenvolvimento econômico e social dessas comunidades, conferindo-lhes uma posição de protagonismo na sociedade. Seu nome é inspirado no G-7, bloco econômico formado por países ricos, e sua atuação se estende a 398 territórios, por meio de lideranças locais, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Maranhão, Distrito Federal, Pará, Amazonas e Espírito Santo.

 

A ideia é contribuir para que as comunidades se tornem grandes polos de negócios, atraentes para investimentos, que gerem retorno tanto para investidores como para quem vive e trabalha nesses locais. E, como informa em seu site, “transformar a exclusão em startups e empreendimentos de impacto social de sucesso”, atraindo os olhares do Brasil para as favelas. Mais informações sobre o G10 Favelas em www.g10favelas.com.br