Enchentes deixam desabrigados na comunidade

Nos últimos dias, a comunidade de Paraisópolis passou por mais uma grave enchente. Centenas de moradores da região do Córrego do Antonico ficaram desabrigados após as chuvas do último período.

A maioria dos moradores da região do córrego serão removidos para o início das obras de urbanização. As obras já deveriam ter começado, mas ainda não foi apresentado um cronograma exato dessa parte do projeto. Ao todo, deverá haver a remoção de 693 residências, segundo as estimativas apresentas pela Secretaria de Habitação.

O morador Manédio dos Santos, que mora no local há 4 anos, disse que jamais havia passado por uma enchente tão grave como essa. “Perdi tudo, fogão, geladeira, comida. Estou sem nada mesmo”, disse.

“Fui ao Canteiro de obras e eles pediam para eu retornar depois de 5 dias para receber o dinheiro do aluguel social. Enquanto isso não tenho outra alternativa”, apontou o morador.

“Quando percebi a água já estava no meio das pernas. O jeito foi pegar o que deu e colocar em cima do telhado pra não ficar sem nada”, disse Maria dos Remédios, que tem dois filhos.

Segundo informou Gilson Rodrigues,  a União dos Moradores solicitou a Prefeitura o atendimento das famílias desabrigadas.

“Não podemos deixar que essas famílias fiquem desabrigadas. A União dos Moradores, assim que tomou conhecimento do ocorrido, cobrou que todos fossem atendidos com rapidez e que a obra de urbanização da região seja realizada o mais rápido possível”, afirmou Gilson Rodrigues.

“A Prefeitura nos garantiu que as famílias da região serão encaminhadas para o aluguel social e permanecerão nele, até a construção dos apartamentos”, ressaltou o presidente da União.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.