Vamos falar de consumo consciente?

0

A palavra “consumo” é bastante ouvida no nosso dia a dia. O mais comum é as pessoas associarem consumo a compras, o que está correto, mas incompleto, veja:

CONSUMO X COMPRAS

A compra é apenas uma etapa do consumo. Consumo é também o ato pós compra, ou seja, o uso da compra e como ela é descartada.

Nosso consumo tem um grande impacto sobre nós mesmos, na economia, sociedade e o meio ambiente.

CONSUMISMO X CONSUMO

Consumismo, diferente do consumo, é a compra de forma exagerada podendo causar um impacto negativo na vida financeira e o meio ambiente.

Você se comporta de maneira consumista?

  • O consumista sente-se permanentemente atraído por novos produtos.
  • As compras não planejadas são frequentes e consomem grande parte do orçamento.
  • Compra com frequência produtos desnecessários e que pouco usa.

Mas como isso tudo pode contribuir para a minha saúde financeira?

O consumo consciente está relacionado principalmente ao equilíbrio entre satisfazer as necessidades pessoais e o impacto da compra no seu bolso e no planeta. É evitar o consumismo!

Uma pesquisa realizada em Julho de 2016 pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) Brasil e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas identificou qual é a percepção do consumidor sobre o consumo consciente.

Em uma escala de 1 a 10, consumidores avaliaram como 8,9 a importância do tema consumo consciente, porém, apenas três em cada dez consultados foram considerados de fato, conscientes. Apesar do número ser baixo nota-se um aumento grande comparado a 2015.

Mas o que ajudou nessa mudança de comportamento? A melhora do indicador de consumo consciente está relacionada principalmente as decisões e o planejamento, ou seja, identificar qual a maneira mais inteligente de gastar dinheiro, tendo em vista a crise financeira.

Assim como já falamos nas outras edições sobre controle financeiro e o diálogo familiar, consumo consciente é uma questão de hábito, é assumir a responsabilidade de uma compra e avaliar qual impacto ela traz pra sua vida, da sua família, para o planeta e o meio ambiente.

E para te ajudar a repensar seus gastos apresentamos um desafio para fazer uma tabela. Siga os passos.

Passo 1: Escreva três gastos que não são essenciais e que você costuma a gastá-lo com frequência.

Passo 2: Anote o quanto ele custa todo mês para você

Passo 3: Multiplique o valor do gasto por 12 (R$Valor mensal x 12) para descobrir o quanto você gasta dele por ano.

Passo 4: Escreva qual sonho mais importante você realizaria se conseguisse economizar aquela quantia de dinheiro.

Passo 5: Anote uma ação que te ajudará a evitar o consumo desnecessário.

Aplique essa ação durante um mês e avalie como se sentiu e como as mudanças de atitude contribuíram para sua gestão financeira.

VOCÊ SABIA?

A humanidade já consome 30% mais recursos naturais do que a capacidade de renovação da Terra. Se os padrões de consumo e produção se mantiverem no atual patamar, em menos de 50 anos serão necessários dois planetas Terra para atender nossas necessidades de água, energia e alimentos. Não é preciso dizer que esta situação certamente ameaçará a vida no planeta, inclusive da própria humanidade.

A melhor maneira de mudar isso é a partir das escolhas de consumo. E você, já sabe como irá consumir sem ser consumista?

Compartilhar.

Autor

Francisca Rodrigues é jornalista, repórter do jornal Espaço do Povo, apresentadora do programa Meia Prosa (Rádio Nova Paraisópolis, 87.5FM) e assessora de comunicação do Luau Paraisópolis.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: