Unidades próprias do Farmácia Popular não terão recursos do Governo Federal até agosto

0

O Governo Federal divulgou nesta terça-feira (6) que planeja fechar até agosto todas as unidades próprias do Farmácia Popular, programa que amplia o acesso aos medicamentos gratuitos ou com desconto de 90% para a população.

Ao todo são 367 unidades do Farmácia Popular que hoje ainda estão em funcionamento, custeadas pela União, e deixarão de receber recursos. Porém, este número já começou a sofrer redução, pois em março deste ano, havia 393 unidades.

Segundo o Ministério da Saúde, o cronograma estima que até julho, 95% das unidades já estejam fechadas. Apesar disso, o órgão explica que as prefeituras podem optar por manter os serviços, desde que com recursos municipais.

Hoje, na rede própria são oferecidos 112 medicamentos; já nas drogarias com desconto são disponibilizados 32. Quase 90% das pessoas procuram remédios para hipertensão, diabetes e asma, disponíveis também nas outras farmácias. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, o paciente que precisa tomar remédios indisponíveis na rede particular terá que procurar uma unidade básica de saúde.

O governo federal justifica a desativação da rede própria para geração de economia de aproximadamente R$ 80 milhões. O Ministério da Saúde informou que os recursos economizados serão repassados à compra de medicamentos.

De acordo com o Ministério da Saúde o custo para a manutenção das farmácias da rede própria chegava a 80% do orçamento do programa, que é de R$ 100 milhões por ano, e os outros R$ 18 milhões estavam sendo utilizados na compra e distribuição de medicamentos.

Share.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: