Projeto leva hortas para lajes de Paraisópolis

0

Em parceria com o INSTITUTO STOP HUNGER, a iniciativa prevê a implantação de uma horta comunitária e a formação de turmas de alunos, com técnicas de plantio em vasos, para serem cultivados em suas próprias casas.

Durante a SERVATHON 2017, o Instituto STOP Hunger  e Associação das Mulheres irá lançar o projeto Horta na Laje na comunidade Paraisópolis. A ideia é fazer de Paraisópolis um modelo de comunidade sustentável, referência nacional no campo de produção e disseminação de conhecimentos ligados à inovação social e sustentabilidade, mediante a realização de iniciativas que garantam integração entre as gerações, autonomia, empoderamento, auto realização e participação ativa de comunidades em seu contexto socioeconômico e cultural.  A Horta será inaugurada no dia 31 de maio na Laje da União dos Moradores.

A ação propõe estimular a consciência cívica e a responsabilidade social dos cidadãos, assim como subsidiá-los com fundamentação teórica e conhecimentos técnicos, a fim de capacitá-los como agentes multiplicadores e facilitadores de controle socioambiental, tendo como modelo e inspiração o Programa Hortaliças.                       

"Mais do que trabalhar na questão do combate à fome e à má nutrição na comunidade, o projeto pretende dar a oportunidade destas pessoas desenvolver habilidades para plantar, cuidar e semear horta em vaso e/ou em espaços adaptados, com a iniciativa gerar autonomia para que as pessoas tenham acesso à alimentos mais saudáveis para consumo próprio, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de vida", diz Fernando Cosenza presidente do Instituto STOP Hunger, ligado a Sodexo.

Outro benefício do projeto, dentro da vertente ambiental,  é a absorção da radiação ultravioleta, dióxido de carbono e a redução do impacto da água de chuva e seu escorrimento superficial, assim como promoção da natureza dentro da comunidade.

O Instituto STOP Hunger que tem em sua missão se tornar uma força de liderança no combate à fome e à má nutrição, no país, busca expandir o Programa Hortaliças criado da parceria com a UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA “JÚLIO DE MESQUITA FILHO” – UNESP, nos campi de Jaboticabal (desde 2003) e Botucatu (desde 2010), implantando na Comunidade Paraisópolis-SP, a HORTA NA LAJE.   A ação acontece em parceria com a Associação das Mulheres de Paraisópolis  e  apoio da União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis e Instituto Escola do Povo.

Compartilhar.

Autor

Francisca Rodrigues é jornalista, repórter do jornal Espaço do Povo, apresentadora do programa Meia Prosa (Rádio Nova Paraisópolis, 87.5FM) e assessora de comunicação do Luau Paraisópolis.

Deixe uma resposta