Professor de Hip Hop morre vítima de afogamento

0
Professor Léo morreu vítima de afogamento (Foto: Reprodução Facebook)

Professor Léo morreu vítima de afogamento (Foto: Reprodução Facebook)

Morreu na tarde do dia 11 de janeiro, vítima de afogamento na região de Ilha Cumprida, Leonardo Guimarães Carneiro, 25. Léo, como era chamado por amigos, familiares  e alunos, era um personagem importante em Paraisópolis, responsável por disseminar a cultura hip hop na comunidade como ferramenta de transformação. O jovem era educador social no programa Einstein na comunidade. Durante 12 anos participou do  Núcleo de Arte e Comunicação de Paraisópolis -NAC-, foi um dos primeiros alunos no projeto, virou auxiliar de educador e há dois anos dava aulas de dança.  

Seu jeito  brincalhão cativou muitas pessoas. Engajado com a cultura hip hop, sonhava mudar a realidade de Paraisópolis por meio da educação e arte.  Também fazia parte do grupo de dança Silêncio Crewativo.

Compartilhar.

Autor

Francisca Rodrigues é jornalista, repórter do jornal Espaço do Povo, apresentadora do programa Meia Prosa (Rádio Nova Paraisópolis, 87.5FM) e assessora de comunicação do Luau Paraisópolis.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: