Pets também precisam tomar vacinas, conheça as mais importantes!

0

Engana-se quem pensa que só a vacina de Raiva protege seu pet. Os pets  precisam de outras vacinas para crescer fortes, saudáveis e livres de  doenças como a Cinomose, que afeta a parte neurológica dos cães e a  Rinotraqueite, que é uma infecção respiratória que atinge os gatos com  frequência.  A vacinação deve ser iniciada a partir de 45 dias de vida em filhotes  e são considerados adultos, animais com mais de 1 ano.
Se você tem um cachorro, as principais vacinas para ele são:

  • Polivalente (V10): previne contra Cinomose, Parvovirose, Leptospirose, Coronavírus, Hepatite Infecciosa, Parainfluenza e Adenovírus. (Filhotes: 3 doses iniciais; Adultos: 2 doses iniciais;  Anual)
    Gripe: Protege contra Gripe Canina. (Filhotes e adultos: 2 doses  iniciais; Anual)
    Giardia: Protege contra a Giardíase que é uma zoonose. (Filhotes e  adultos: 2 doses iniciais; Anual)
    Raiva: contra Raiva. (Filhotes e adultos: dose única; Anual)
    Leishmaniose: combate uma zoonose gravíssima no Brasil, a  Leishmânia. (Filhotes e adultos: 3 doses iniciais após exame de  sangue; Anual)
    Se você tem um gato, as principais vacinas são: 
    Polivalente (V4): protege contra Panleucopenia, Rinotraqueite,  Calicivirose e Clamidiose. (Filhotes: 3 doses iniciais; Adultos: 2  doses iniciais; Anual)
    Raiva: contra Raiva. (Filhotes e adultos: dose única; Anual)
    Porém alguns cuidados são fundamentais antes de iniciar a vacinação:  seu pet precisa estar 100% saudável e isto inclui não ter vermes,  pulgas e carrapatos, por isso, é fundamental levá-lo a uma consulta com seu veterinário e fazer o preparo para receber essas doses de
    proteção. As vacinas devem ser importadas, estar dentro do prazo de  validade e ficar em uma temperatura entre 2 e 8 graus (observe se o  armazenamento é feito corretamente na clínica). A sala de vacinação  também deve ser limpa e se possível, separada do local de atendimento dos animais doentes. E somente um médico veterinário credenciado poderá aplicar a vacina!
    Todos esses cuidados são necessários para garantir a saúde e a proteção correta do seu pet contra doenças.
Compartilhar.

Autor

Médico veterinário cirurgião, formado pela Universidade de Alfenas/MG, com especialização em cirurgia geral e ortopedia. Proprietário da My Vet Clínica Veterinária. E-mail: contato@myvetclinica.com.br

Deixe uma resposta