O poder da leveza de boas ações voluntárias

0

Há um compromisso implícito na nossa existência e, podemos torná-lo impactante sim, mesmo diante de tanta desordem e dor que, muitas vezes, nos cerca.

A sucinta lista abaixo reflete o poder da leveza de boas ações voluntárias e de verdade, é claro.

A boa ação do meu próximo;

Um olhar mais profundo;

A mão que ajuda;

O sorriso que abraça;

O abraço que acalma;

A palavra que instrui;

O conselho que _____________ (complete a frase)

 

Somos uma cadeia, estamos entrelaçados em linhas invisíveis.

 

E como não ser apenas um emaranhado?

 

É impossível não ter efeito sobre o outro. Passar batido, não deixar o seu rastro.

 

Somos constantes, presentes, reais!

 

Vida pulsante, por todo lado.

 

Nós todos somos únicos, solitários e, ao mesmo tempo, parte do todo, do conjunto.

 

Somos responsáveis pelo que cativamos. Somos propriedade da nossa existência.

 

Somos fontes que germinam o bem, ou não tão bem assim!

 

Somos uma construção permanente e contínua.

 

Durante este processo, deixamos o nosso recado, nossa marca, nossa essência. Uma parcela de nós no outro, inevitavelmente.

 

Ora Semente,

Ora Adubo.

Ora Flor,

Ora Espinho

 

Como seria o seu jardim  – de você?

 

Reflitamos sobre o que somos instintivamente, ou propositalmente!

 

Compartilhar.

Autor

É uma entusiasta do Turismo de Aventura e encantada pela Natureza. Atuou no Teatro. Conectada com a arte em suas diversas manifestações. Fã declarada de aeroportos e suas ricas conexões. Profissional do segmento de turismo, empreendedora, mentora e tem como Mestria o Ato de aconselhar.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: