Juliana Oliveira é reeleita presidente do Conselho do CEU Paraisópolis

0

Em assembleia geral dos alunos, país e usuários  foram eleitos representantes ao conselho gestor do CEU (Centro Educacional Unificado) Paraisópolis, eles se somaram aos conselheiros titulares e suplentes eleitos na eleição por voto direto da comunidade que aconteceu em maio deste ano. Na votação realizada no início de julho, os conselheiros eleitos aprovaram Juliana Oliveira como presidente e Joildo Santos como vice-presidente.

Conselheira mais votada da história do Conselho do CEU da comunidade em todas  as edições, Juliana é diretora da União dos Moradores e foi uma das principais lideranças na luta pela construção do Centro Educacional Unificado,  trabalhando nele nos primeiros anos de implantação após o fim das obras.

Segundo Juliana, esta gestão do Conselho do CEU deve lutar pela democratização do seu funcionamento.   “Somente com a comunidade participando no dia a dia das decisões é que o CEU Paraisópolis cumprirá a sua responsabilidade social. A participação do povo não pode ser vista como um incômodo “, comenta.

A presidente reeleita afirma   que  o Conselho concluirá ainda em Julho um levantamento dos problemas na estrutura do CEU que, segundo ela, estão chegando a uma situação insustentável. Banheiros sujos e quebrados, poltronas destruídas no Teatro, infiltrações em várias áreas do CEU, piscinas com problemas graves de manutenção, são alguns dos exemplos.

O Conselho realizará reuniões mensais, e, pelo menos, mais uma assembleia por mês. “Vamos organizar um abaixo assinado para entregar ao prefeito, pedindo providências quanto a essa situação. Vamos levar fotos e vídeos. Não é possível que ele não tome providências”, afirma Juliana.

De acordo com a presidente reeleita, também está sendo feito levantamento da programação cultural e esportiva realizada atualmente. “O que percebemos é a queda no número de usuários e pouca abertura a agendas propostas pela comunidade”, explica.

“Vamos conversar com o secretário de cultura,  com a vice-prefeita e com atual Secretária de Educação para mudar essa realidade. Paraisópolis merece receber uma programação de mais qualidade. Percebemos que outros bairros tem recebidos shows e peças de uma qualidade muito superior, completa.

Para cumprir o seu papel, o Conselho deve ser autônomo. Estamos muito animados para trabalhar por um CEU melhor.

Compartilhar.

Autor

Francisca Rodrigues é jornalista, repórter do jornal Espaço do Povo, apresentadora do programa Meia Prosa (Rádio Nova Paraisópolis, 87.5FM) e assessora de comunicação do Luau Paraisópolis.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: