Ex-encanador, Francisco Mairon luta para ganhar o título do melhor atleta na categoria 57 no Muay Thai

0

Chutes, socos, cotoveladas e joelhadas é o que marca o competidor  de Muay Thai. A arte marcial tailandesa é considerada por muitos como uma luta agressiva, mas segundo o profissional de luta, Francisco Mairon, 28 anos, o Muay Thai é um esporte tranquilo. “Só tem contato quem quer, no caso das pessoas que treinam para competir”. 

De acordo com o Mairon, no Muay Thai quem não gosta de competir, mas quer ter uma saúde de qualidade, pode ser apenas praticante do esporte. “Esse esporte proporciona mais flexibilidade, músculos definidos, auto estima, autocontrole, perda de peso e autoconfiança”, explica o lutador.

 O Maranhense, mais conhecido como Mairon, descobriu sua paixão pelo esporte no ano de 2012, por meio de um amigo em uma aula experimental. “Depois de um tempo praticando despertou o amor e, então, eu decidi viver do Muay Thai. Larguei até o meu trabalho como encanador para poder me dedicar. No início não foi tão fácil, eu me arrisquei e tenho orgulho de ter alcançado meu sonho”, relembra Mairon.

Luta com Eder Sampaio no evento internacional Elite Fight Night Foto: Crédito Pessoal

Viver do esporte não é algo fácil, mas o lutador afirma que tudo com esforço dá certo. “Tem que ter amor e força de vontade, independentemente
de qualquer desafio. Na modalidade ainda existe um pouco de preconceito, mas todos podem participar. Eu aconselho quem tem receio fazer um teste e tirar a prova que não tem do que ter medo”.

 Paraisópolis pode se orgulhar dos representantes no esporte como o dono do cinturão do Campeonato Paulista 2016. ”Enfrentei os melhores 57 kg do Brasil e conquistei o prêmio mais cobiçado do país, na qual os atletas do mundo inteiro almejam”, comenta. Tendo como treinador Marcelo Calegari, que ajuda e orienta nas estratégias de luta pela equipe Bravo Team. Mairon afirma que vai lutar para conquistar o título novamente esse ano. “Irei defender o meu título Paulista 2017, pois o lugar desse cinturão é comigo”.

 O lutador considera seu maior sonho de conquista  um dia ser reconhecido pelo mundo inteiro e poder ser inspiração aos outros. Hoje, Mairon  trabalha na academia Vigor, na comunidade Paraisópolis, onde considera ter muitos talentos. Para o futuro deseja fazer um projeto social e assim poder dar oportunidade para que os jovens  possam aprender essa a arte marcial que, para ele, é uma luta maravilhosa.

O atleta passou para a fase final do torneio na qual o vencedor leva o título do melhor atleta na categoria 57 do Muay Thai. A luta será dia 22 de junho. 

Share.

About Author

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: