Evelin dos Santos | A importância do brincar para o desenvolvimento infantil

0

Vamos brincar mamãe?

Quantas vezes nós mamães (papais, titios, avós), ouvimos essa frase vinda dos nossos pequenos?

Na infância, o viver é um brincar e brincar é um viver.

É um tempo da vida em que a imaginação e fantasia interagem com o ambiente, propiciando uma maneira singular de interpretar a realidade.

“Quando, no faz de conta que um simples estojo é um carrinho, e com duas colheres podemos brincar de bonequinhas.”

É nesta fusão do mundo real com o imaginário que é possível criar, descobrir, colorir. Bem como, observar conteúdos internos que emergem, como: anseios, medos e angústias presentes em suas emoções e sentimentos, que ainda não podem ser expressos verbalmente.

Por isso é no brincar que os pais e cuidadores têm a oportunidade de formar vínculos mais estreitos, fortalecer a confiança e propiciar um desenvolvimento emocional saudável.

No paradoxo do simples e complexo, o brincar é fundamental para saúde psíquica.

Inverta hoje está chamada e surpreenda o pequeno: VAMOS BRINCAR?

Acredite, nas entrelinhas isso quer dizer: Vamos juntos, DESENVOLVER!

Compartilhar.

Autor

Mãe, psicóloga clínica, professora de teologia, psicoteologia e amiga que preza por um viver com contentamento. Apaixonada pela essência da vida, tem se dedicado na compreensão dos sentimentos e comportamentos que compõem as relações humanas, com objetivo de colaborar no processo de crescimento emocional e num desenvolvimento saudável do convívio social.

Deixe uma resposta