Do fast-food ao artesanal: Jovens empreendedores investem em hamburguerias em Paraisópolis

0
Atualmente os hambúrgueres, que caíram no paladar do mundo inteiro, são vendidos em franquias espalhadas praticamente em todos os países.
Com uma variedade de lanchonetes que vendem hambúrgueres para todos os gostos e bolsos, cada vez mais jovens empreendedores tem visto uma nova oportunidade de negócio em Paraisópolis. As lanchonetes, que vão desde o fast-food aos artesanais, têm agradado apreciadores de hambúrgueres.
Há pouco mais de um ano, a Hambugueria Happy Hour, dos sócios Alex Ribeiro, 24, e Patrício Silva, 28, é uma das lanchonetes que oferecem hambúrguer artesanal. Os jovens são ex funcionários da rede de lanchonete com glamour americano The Fifties, e resolveram investir na área da gastronomia. Eles afirmam que está dando muito certo, pois além de atender o público da comunidade, também fazem entregas nos condomínios da região da Vila Andrade, Portal do Morumbi, entre outras áreas nobres.
Com hambúrgueres feitos de patinho com duas opções de tamanho,  de 100g e 200g, em média, a lanchonete tem  vendido mais de  600 hambúrgueres por mês.
Dentre os  mais vendidos estão o  Happy Cheddar (hambúrguer, cheddar, picles, bacon, molho barbecue) e o Happy Catupiry (Hambúguer, peperoni, catupiry, tomate e molho rose), ambos servidos no pão de hambúrguer com gergelin.  A Happy Hour tem lanches com valores de R$ 7 a R$ 14,  valores considerados baixos se comparados com outras hamburguerias com o segmento artesanal
Inaugurada em 2011,  também por um ex funcionário da  mesma rede que Alex e Patrício trabalhavam, a King Dog também  produz  hambúrguer artesanal. De acordo com Flávio Lobato, 29,  proprietário da King Dog, o  carro chefe é o Extremo Cebola Gratinada, que leva pão, hambúrguer, queijo, molho especial, cebola gratinada e alface. Outro diferencial da lanchonete é o Mega Monster, um lanche de 1kg com o pão de aproximadamente 20cm de diâmetro, 400 gramas de carne, cebola, tomate, 3 ovos, queijo cheddar, catupiry, bacon, presunto e alface, por R$ 25.
Investir em uma franquia em Paraisópolis foi  uma alternativa para Junior Ribeiro, 36, de abrir o próprio negócio. A franquia da rede The Mixx Burguer, que  conta com 12 lojas em São Paulo, custa em média R$ 70 mil reais.
Há um ano em Paraisópolis, a lanchonete oferece uma variedade de hambúrgueres com preços a partir de R$ 5,00. E também tem opções de combos de R$ 13,00 até R$ 99,00, com dez hambúrgueres acompanhados com dez batatas fritas e um refrigerante de 1 litro e meio.
Viviane Sinézio, proprietária da Mega Lanches, vendia lanches em um carro na rua quando resolveu investir em um espaço e criar sua própria lanchonete. Hoje ela vende, em média, 500 hamburgueres por mês.
Ganhar dinheiro vendendo hambúrguer não é tão fácil quanto parece, tanto é que duas hamburguerias gourmet em Paraisópolis fecharam nos últimos meses e outras tiveram que se readequar devido as condições financeiras e passaram atender somente delivery e abrir mão do espaço para atender os clientes.
Compartilhar.

Autor

Francisca Rodrigues é jornalista, repórter do jornal Espaço do Povo, apresentadora do programa Meia Prosa (Rádio Nova Paraisópolis, 87.5FM) e assessora de comunicação do Luau Paraisópolis.

Deixe uma resposta