Cristina Josefa | A Falta de Cuidado nas relações profissionais e pessoais

0

Geralmente, associamos a expressão “A fila Anda” a área das emoções, quando nos referimos ao interesse – ou falta dele – a nossa pessoa. Porém, lhe digo, esta expressão é muito mais ampla.

Num mundo em que a maioria das pessoas está – de alguma forma – conectada, a falta de retorno interfere no convívio, gera desgaste, que está dentro do mesmo pacote da falta de empatia.

Que o mundo corre a quilômetros  por hora, que ele não para, já sabemos. Que a adaptação é necessária, também.

Ainda dentro desse cenário, não devolver um retorno não reflete – apenas – na tal falta de interesse como, também, pode sinalizar a nossa falta de preparo, organização, cuidado –  “tato”.

E o que isso gera?

A ausência de um posicionamento nos prejudica. Veja como:

Nos negócios:

• Candidato a uma vaga de emprego: é eliminado de uma seleção;

• Empresa – que está com vaga em aberto: O RH que não retorna num processo de recrutamento, por exemplo, fica com uma imagem arranhada que, inclusive, pode ser multiplicada rapidamente;

• Cliente, de qualquer tipo de produto ou serviço:  sem resposta, migra para a concorrência num passe de mágica. Todo o esforço e dedicação durante a captação é rapidamente absorvido.

Entre tantas outras situações….

Nas relações interpessoais:

• Trinca relações;

• Desencadeia sentimentos que corrompem;

• Compromete a credibilidade;

• Perde a liga!

O simples e sua preciosa relevância

Costumo dizer que, a manutenção – o regar – exige muito mais do que o ato da conquista, propriamente dita. Conservar é mais desafiador.

Como entoava o cantor Renato Russo: O simples, ainda é visto como o mais importante!

Seja de forma imediata ou tardia, não deixe de fazê-lo.

Se não é possível um encontro presencial, que não seja um vácuo virtual!

Compartilhar.

Autor

É uma entusiasta do Turismo de Aventura e encantada pela Natureza. Atuou no Teatro. Conectada com a arte em suas diversas manifestações. Fã declarada de aeroportos e suas ricas conexões. Profissional do segmento de turismo, empreendedora, mentora e tem como Mestria o Ato de aconselhar.

Deixe uma resposta