Bailarinos do Ballet Paraisópolis serão guardiões no desfile da bicampeã do carnaval de SP

0

Um grupo formado por 47 bailarinos – sendo 42 meninas e cinco meninos – do projeto Ballet Paraisópolis desfilará pelo segundo ano consecutivo com a bicampeã do carnaval paulistano: o G.R.E.S. Acadêmicos do Tatuapé. O acontecerá na madrugada de sábado, dia 02 de Março, às 03h35.

A tradicional escola da zona leste de São Paulo fará uma viagem pelo tempo, contando a história de Bravos Guerreiros: a saga de homens e mulheres admiráveis que, por meio de muitas batalhas travadas com fé, coragem, audácia e determinação mudaram o mundo, atravessaram o tempo e cravaram seus nomes na história como grandes guerreiros. E é nessa jornada que os alunos do Ballet Paraisópolis unirão passos de ballet e samba para homenagear os guerreiros dessa escola e de todo Brasil.

Neste ano, a participação dos alunos acontecerá no chão e nas alturas. Um grupo formado por 17 bailarinos desfilará de sapatilhas de ponta e figurino preto e branco ao redor do mestre sala e porta bandeira, representando os guardiões do casal. Outro grupo formado por 30 alunos virá no último carro alegórico, com figurino azul e amarelo, encerrando o desfile e simbolizando os guerreiros da Tatuapé junto com a Velha Guarda, representando o passado, presente e futuro.

 De acordo com Eduardo Santos, presidente da Acadêmicos do Tatuapé,  a participação dos bailarinos é muito importante para a escola. “Os alunos abrilhantam demais o nosso espetáculo, porque têm entrega, empenho e o profissionalismo de gente grande. Eles se dedicam aos ensaios e são, também, referência para o nosso povo, para os nossos componentes do Tatuapé, de como é que se encara um trabalho com muita seriedade, dedicação e com a perfeição de movimentos que eles conseguem”.

Para Gilson Rodrigues, presidente da União dos Moradores de Paraisópolis, “a participação da comunidade no carnaval de São Paulo representa a união de todas as classes sociais do país, demonstrando o quão democrático é essa manifestação cultural”.

O Ballet Paraisópolis surgiu da vontade de Monica Tarragó, diretora geral do projeto, de levar arte e cultura gratuitamente para as crianças e adolescentes da região. Atualmente, o projeto beneficia 200 crianças e possui mais de 2.000 nomes na fila de espera.

“É motivo de muito orgulho fazer parte desse grande espetáculo ao lado da Tatuapé pelo segundo ano consecutivo. Ficamos muito contentes e honrados pelo convite e de poder proporcionar a essas crianças e jovens uma modalidade diferente do clássico, além de viver um grande dia sambando na ponta do pé no Anhembi” afirma Monica Tarragó, diretora do projeto.

Share.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: